As Dimensões Governamental e Societal e as Experiências Participativas: uma análise do processo participativo em uma sociedade redemocratizada

Gisele dos Reis Cruz

Resumen


La sociedad brasileña em experimentado em serie de ltoosias de participación basada em la colaboración entre l gobierno y la sociedad, desde l proceso de descentralización política y administrativa que se inició em la década de 1980. El fomento de la participación l parte de em nuevo modelo de gestión, sin embargo, em modelo se enfrenta em realidades políticas e históricas que lo inhiben o lo promueven, de modo que em su aplicación se debe considerar l contexto. Este artículo se apoya em ltoos empíricos realizados em juntas, foros y em procesos de elaboración presupuestal participativa em diferentes ciudades brasileñas, así como em búsqueda em la ciudad de Paraty, Río de Janeiro, em l Foro del Desarrollo Local. Estos ltoos indican que l tipo de participación del público l crucial para l lto o l fracaso de tales experimentos.


Palabras clave


participação cidadã, descentralização, governo, desenvolvimento local.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))

Referencias


Avritzer, L. 1996. A Moralidade da Democracia. Ensaios em Teoria Habermasiana e Teoria Democrática. São Paulo: Perspectiva; Belo Horizonte: Editora da UFMG.

________. 1996. “Orçamento Participativo em Belo Horizonte e Porto Alegre: comparando instituições e práticas”.

Azevedo, Sérgio & Fernandes Rodrigo B. Orçamento Participativo. Construindo a Democracia. Rio de Janeiro, Ed. Revan.

Bava, S. C. 1994. “Democracia e Poder Local”. Pólis. Participação Popular nos Governos Locais. No. 14.

Boschi, R. R. 2002. O Executivo e a Redefinição das Relações Público/Privado no Brasil: um novo corporativismo? Mimeo.

________. 2003. “Descentralização e Modelos Participativos de Políticas Públicas: Reflexões Teóricas”. Paper apresentado no 190 Congresso Mundial da IPSA, Durban, África do Sul.

Cohen, J. e. 1992. Arato, A. Civic Society and Political Theory. Cambridge, Mass, MIT Press.

Cruz, G. R. 2005. Gestão Integrada e Democratização da Sociedade. O Fórum de Desenvolvimento Local de Paraty/RJ. Tese de Doutorado apresentado ao Iuperj.

________. 2006. “Associativismo e Democratização da Sociedade: limites e possibilidades”. Revista Comunicação & Política, vol 24, No. 3.

D’Avila Filho, P. M. 2000. Democracia, Clientelismo e Cidadania. A Experiência do Orçamento Participativo no Modelo de Gestão Pública de Cidade de Porto Alegre. Tese de doutorado apresentada ao Iuperj.

Dias, M. R. 2002. Sob o Signo da Vontade Popular. O orçamento participativo e o dilema da Câmara Municipal de Porto Alegre. Belo Horizonte: Ed. UFMG e Rio de Janeiro: Iuperj.

Esperón, A V. 2004. La Descentralización Participativa de la Intendencia Municipal de Montevideo como Reforma del Estado Orientada a la Participación. Tese de Doutorado apresentada ao Iuperj.

Jacobi, P. 2002. “Orçamento Participativo: co-reponsabilidade na gestão das cidades”. São Paulo em Perspectiva. Vol 10, No. 3.

North, D. 1990. Institutions, Institutional Change and Economic Performance. Cambridge, Cambridge University Press.

Putnam, Robert D. 1996. Comunidade e Democracia. A experiência da Itália moderna. Rio de Janeiro, Editora FGV.

Silva, C. A. 2002. “Os Fóruns Temáticos da Sociedade Civil: um estudo sobre o Fórum Nacional de Reforma Urbana”. Dagnino, E. (Org). Sociedade Civil e Espaços Públicos. São Paulo, Ed Paz e Terra.

Schumpeter, Josep. 1984. Capitalismo, Socialismo e Democracia. Rio de Janeiro, Zahar Editores.

Tatagiba, L. 2002. “Os Conselhos Gestores e a Democratização das Políticas Públicas no Brasil”. Dagnino, E. (Org). Sociedade Civil e Espaços Públicos. São Paulo, Ed Paz e Terra.

Wampler, B. 1999. “Orçamento Participativo: os paradoxos da participação e governo no Recife”. Cadernos de Estudos Sociais. Vol 15, No. 2.




DOI: http://dx.doi.org/10.22431/25005227.355

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.
 |  Añadir comentario

Copyright (c) 2017 Administración y Desarrollo

Licencia de Creative Commons
Este obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial-SinObraDerivada 4.0 Internacional.